Últimas Postagens

30 de setembro de 2015

Resenha - O Lado Feio do Amor, por Collen Hoover


O Lado Feio do Amor – Collen Hoover

Acredito que nunca li algo tão sensível simples e aberto como O Lado Feio do Amor (Ugly Love) da nossa queridíssima autora Collen Hoover, como todos os outros livros que já li dela, Collen traz para nós a sensibilidade do amor, a fragilidade que nos cerca. Nessa leitura podemos ter uma ideia das coisas ruins que amar e ser amado por alguém pode nos causar. Collen nos mostra que existe sim um lado escuro no amor e isso está ligado a perdas, ao que você pode perder ao longo da caminhada.

Nem todo o amor é perfeito, nem todo o amor é um conto de fadas, existe sempre o lado sombrio, muitas vezes, não falamos dele. Collen com toda a sua genialidade nos mostrou não apenas o que é amar alguém mais do que a própria vida, ela nos mostrou o que perder alguém que amamos pode nos causar.

No início do livro e do envolvimento de Miles com Tate, podemos perceber que ele esconde muitas coisas dela, não apenas sua história do passado, ele esconde mais que isso. Esconde o que sente, o que pensa e o que quer, ao impor a Tate as regras de “Nunca pergunte sobre meu passado, não espere um futuro” Miles deixa claro para o leitor que há algo mais profundo do que a dor em seus olhos, que seu passado está entranhado em baixo de sua pele, e que há muito o que ele queria dizer, mas não consegue.

Tate é Tate, ela simplesmente embarca nessas de ter apenas “sexo casual” com seu vizinho bonitão, afinal, seus plantões no hospital e seu tempo focado na pós-graduação não lhe deixa tempo para pensar em romance, ela não quer nada mais que ter noites prazerosas. Tate vai conhecendo Miles e entrando profundamente em sua vida e permitindo que ele faça o mesmo.

Será que Tate vai quebrar as regras?

Collen nos dá uma nova visão, sobre a vida, o amor, a perda, o perdão e o lado escuro que amar alguém implica. Ela nos mostra quem nem sempre será flores, que nem sempre haverá coisas boas, que as noites virão, a escuridão nos perseguirá, que somos frágeis, podemos ser quebrados e levados pela dor. Collen nos deixa claro que poderá levar muito tempo para nos recuperarmos, mas que isso pode acontecer se nos permitimos amar novamente e enfrentarmos nossos fantasmas. Em uma estória realmente tocante Collen nos mostra o grande valor que tem o perdão, não apenas em perdoar alguém, mas se perdoar.

Collen realmente acertou na fórmula do livro.

Espero logo pelo filme que está sendo produzido independentemente por Nick Beteman (que interpretará Miles Archer, a pedido dos fãs) e sua produtora e ainda não tem previsão de lançamento.

O livro custa em torno de R$ 30,00 em livrarias físicas, é um lançamento da Galera, grupo Editorial Record.
 


Nenhum comentário:

Postar um comentário